Reforma Trabalhista traz prejuízo para os trabalhadores

Evinaldo Barbosa de Paulo*

A proposta de reforma trabalhista aprovada no Congresso Nacional e sancionada no dia 13 de julho pelo presidente golpista Michel Temer, fere de maneira direta, direitos arduamente conquistados pelos trabalhadores ao longo de décadas de lutas e negociações em prol de melhores condições de trabalho, além de interferir na organização sindical, impacta negativamente nas relações de trabalho e na qualidade de vida dos trabalhadores.
Dentre as propostas apresentadas pelo governo, aprovada pelo Congresso, o que mais causa temos e vai prejudicar os trabalhadores, é a que determina a prevalência do negociado sobre o legislado. De acordo com a nova lei, normas já estabelecidas, acordo ou convenção, que já beneficia os trabalhadores, pode ser substituída por outra, que traga vantagens inferiores aquelas já estabelecidas.
Essa abertura vai afetar com mais força, aquelas classes de trabalhadores com pouco poder de negociação, (a exemplo das empresas indiretas aqui no estado do Acre) a mercê da “negociação”, que na verdade resume-se numa imposição imposta pelo empregador, dado a pouco poder de mobilização que existe no seio da categoria.

* É secretário de formação do Sindicato

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *