Sindicato dos Urbanitários participam do Dia Nacional de Paralização

  

O Sindicato dos Urbanitários do Acre participou, na última quarta-feira, 15, em frente ao Palácio Rio Branco do Dia Nacional de Paralização. Os sindicalistas e trabalhadores caminharam nas principais ruas do centro da capital em protesto contra as reformas da previdência e trabalhistas, como também contra as privatizações do setor elétrico e do saneamento básico.

De acordo com o secretário-geral do Sindicato dos Urbanitários do Acre, Marcelo Jucá, esse ato é para chamar atenção do poder público e também da sociedade, pois, na opinião de Jucá, ela (a população) será a mais prejudicada caso a reforma seja aprovada.

“Não podemos ficar parados e esperar que esse projeto ganhe força e seja votado. Nós estamos aqui para levar a sociedade, de forma correta, o prejuízo que vai trazer para o bolso dos trabalhadores. Somos contrários a esse projeto e queremos o apoio da população na lutar contra esse projeto”, ressaltou Jucá.

“As pessoas acreditam que privatizar é uma coisa boa, mas não é, é retrocesso. Essa atitude cria desemprego e prejudica diversos serviços sociais”, ressaltou Marcelo Jucá.

Trabalhadores da Eletroacre estiveram presente no ato contra a privatização do setor elétrico. O diretor do Sindicato dos Urbanitários, Mauro Bezerra, reforça que a privatização resultará no aumento da tarifa para o consumidor e em uma ameaça, caso seja comprada por uma estatal estrangeira.

“É preocupante. Nossa biodiversidade estará exposta para aqueles que comprarem a empresa. Por isso nós do sindicato estamos buscar as esferas políticas e judiciais para evitar que a privatização aconteça”, afirmou Mauro.

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *